Monthly Archives: fevereiro 2012

Dicas Implantes Dentários

Quanto Custa um Implante Dental ?

O procedimento de instalação dos implantes dentários vem sendo utilizado na reposição dos dentes perdidos a mais de 50 anos. Antigamente, a instalação dos implantes era um procedimento complexo onde havia a necessidade de internação hospitalar e os materiais utlilizados, assim como os instrumentais cirurgicos não eram especializados para esse fim. Com isso, os custos para esse procedimento se tornavam elevados.

Hoje em dia, com novas técnicas, instrumentais e equipamentos cirúrgicos especificos, implantes confeccionados com formas e materiais adequados, o procedimento para a colocação de implantes dentários se tornou mais simples, menos traumáticos (sem a necessidade de internação hospitalar) e de maior probabilidade de sucesso (95% de sucesso).  Isso repercutiu em um menor custo ao procedimento.

 

read more »

Noticias

Implantes dentários poderão ser feitos no SUS com nova técnica

Método nacional da “Ultra-Barra-Serson” beneficia camadas sociais mais carentes.

Pesquisadores brasileiros de implantodontia apresentam o moderno e premiado método da “Ultra-Barra-Serson”, que otimiza o protocolo de carga imediata sem a necessidade de solda. A inovação, reconhecida internacionalmente, barateia cirurgias implantodônticas em até 60%, e já é aplicada em pacientes por todo o Brasil. Indicada para a realização de carga imediata o Ultra-Barra-Serson para implantes dentáriosmétodo UBS é bem simples e tem como objetivo facilitar o acesso às pessoas que perderam dentes, não querem continuar a usar próteses totais (dentadura), mas não podem pagar muito por implantes comuns – estes chegam a custar, em média, R$ 2 mil reais por dente implantado!

O estudo científico que levou à técnica de implante pertence a dentistas especialistas em implantes e professores coordenadores.

“Com técnicas inovadoras como esta, o acesso à implantodontia está chegando a todas as camadas sociais mais carentes. O próximo passo é levar esta proposta para o Governo Federal avaliar a possibilidade de implantação no Sistema Único de Saúde, o SUS“.

BENEFÍCIOS IMEDIATOS


Além de oferecer uma melhor qualidade de vida, com a elevação da autoestima dos pacientes, a técnica brasileira propicia diversos benefícios aos que passam pelo procedimento cirúrgico. Diferentemente de outras técnicas implantodônticas, a técnica de reabilitação é realizada, em média, em 3h, e os pacientes saem com dentes já implantados. A recuperação pós operatória ocorre de forma rápida, com menos dores e sem traumas ou seqüelas, além de apresentar um prognóstico muito mais favorável.

“Ao perder dentes o osso da boca sofre uma reabsorção natural, que gera um murchamento ou atrofia na região da boca. Quando colocamos um implante, o osso mantém-se e evita que a boca murche. Dente ausente, doença presente; implante instalado, osso mantido”. Mas Atenção, não podem ser usados em todos, os casos. A indicação tem que ser verificada com o dentista.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Implantes Dentários

Proteína formadora de osso: Uma nova opção para o enxerto ósseo dos maxilares

A busca pela melhora do sorriso, seja por razões estéticas ou por melhoras nas funções (mastigação, fala etc..), tem sido constante na atualidade. A reposição de dentes perdidos é bastante satisfatória com os implantes dentários, porém em muitos casos não há osso suficiente para instalação dos implantes. Nesses casos o cirurgião dentista precisa utilizar enxertos ósseos. Existe uma variedade de tipos e formas de enxertos ósseos, desde aqueles retirados do próprio paciente (autógeno), os retirados de doadores (banco de ossos) até derivados de animais, ou mesmo sintéticos. Para a escolha do enxerto a ser utilizado em cada paciente, o cirurgião tem que levar em consideração vários fatores, como o estado de saúde, o custo, o tamanho da área operada e condições especiais, como tabagismo.

Implante dentalO Brasil, a partir de 2007, passou a importar dos Estados Unidos, uma nova forma de reposição óssea para os maxilares. Obtida a partir da engenharia genética, a chamada proteína óssea morfogenética ou simplesmente BMP (do inglês – bone morphogenetic protein) é a mais nova forma eficaz de se produzir osso. É necessário ressaltar que todos os seres humanos possuem naturalmente essa proteína no tecido ósseo, sendo ela responsável pelo processo constante de renovação do esqueleto. A proteína BMP foi clonada do DNA humano e assim conseguiu-se produzi-la em uma escala industrial. Esse processo é muito caro, o que obviamente eleva o preço do produto para os pacientes. No Brasil e nos Estados Unidos essa proteína é comercializada em kits de diversos tamanhos, de acordo com a necessidade do cirurgião. read more »

Implantes Dentários

Reabilitação Protética sobre implantes

Quais os tipos de próteses sobre implantes e qual o mais adequado para cada paciente?

O paciente chega ao dentista e procura um tratamento de implantes dentários. Na verdade o que realmente procura é o produto final deste tratamento, ou seja, sua reabilitação protética.

Afinal, qual seria a melhor prótese sobre os implantes, qual é a mais estética, mais funcional, que possibilite a melhor mastigação?

Certamente, depende do caso ou condição óssea de cada paciente alem das expectativas dele. Sendo assim varia de caso para caso. Porém, de forma didática, podemos separar os tipos de reabilitação protética em basicamente quatro tipos:

  • Próteses Unitarias sobre implantes
  • Próteses Parciais Fixas sobre Implantes
  • Prótese tipo “Protocolo”
  • “Overdenture” ou sobredentadudas

Próteses Unitárias sobre Implante:

Semelhantes as coroas unitarias cimentadas aos dentes preparados, essas prótese são indicadas em casos de perdas dentais isoladas decorrentes de fraturas acidentais ou fracassos de trantamentos endodonticos (canais) de um dente ou alguns dentes intercalados. É uma excelente alternativa às próteses parciais fixas (pontes fixas). (fig.1)

Fig.1- Próteses Unitárias sobre Implante

 

read more »

Close